O movimento dos consumidores nas lojas em todo o país avançou 2,8% em dezembro/12 ante novembro/12, já descontados os efeitos sazonais. Desta forma, de acordo com o Serasa, a atividade varejista encerrou o ano de 2012 com crescimento acumulado de 6,4%. Com esse indicador, divulgado nesta terça-feira (8), trata-se do menor ritmo de expansão dos últimos três anos. Em 2010, o índice acumulado foi de 9,6% e em 2011,de 7,8%. O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio é construído, exclusivamente, pelo volume de consultas mensais realizadas por estabelecimentos comerciais à base de dados da Serasa Experian.

O setor de veículos, motos e peças teve incentivos fiscais durante o ano passado e, desta forma, teve um bom desempenho com o movimento dos consumidores crescendo 4,7% nas lojas especializadas deste ramo varejista. Para os analistas do Serasa Experian, o elevado nível de inadimplência no segmento de financiamento de veículos foi um inibidor da evolução deste segmento, impedindo que o seu crescimento em 2012 fosse mais expressivo.

Um exemplo do bom momento do setor de veículos está com a Volkswagen. A picape Amarok teve em 2012 o seu melhor ano de vendas de sua história. O modelo registrou 19.825 unidades comercializadas no mercado nacional, o que representa crescimento de 93,8% sobre as vendas em 2011.

O ano de 2012 foi bom também para a Renault. De acordo com a montadora, pelo terceiro ano consecutivo com crescimento acima do mercado, a Renault emplacou mais de 241.000 unidades, o que representa um aumento de 24,3% em relação a 2011, frente a um mercado que cresceu 6,1% na mesma comparação. No ano, a participação de mercado foi de 6,65% (ante 5,67% em 2011).

Por fim, de acordo com o Serasa Experian, resultado de 2012 ficou ligeiramente acima do crescimento de 6,1% verificado em 2009, ano em que a economia brasileira passou por um período recessivo durante o seu primeiro semestre, tendo em vista os efeitos da crise financeira internacional a partir de setembro de 2008.