Saiba a importância e a melhor forma de delegar tarefasUm bom gestor precisa compreender que não basta estar à frente de todos os processos da sua loja de carros para garantir que tudo irá ocorrer da forma correta. É humanamente impossível levar o negócio adiante sem delegar tarefas. Porém, algumas noções básicas são necessárias para que não se perca de vista a integração da força produtiva entre os membros da equipe.

Saber delegar exige algum conhecimento sobre gestão de equipes e dará certo se o gestor estiver atento às pessoas que estão ao seu redor e podem ajudá-lo a executar tanto as tarefas burocráticas, quanto aquelas que exigem criatividade. Afinal, centralizar todas as atividades em torno de um líder trará estresse ao ambiente de trabalho e causará uma má imagem diante dos colaboradores.

Conhecer a equipe

É importante ressaltar o quanto deve haver sintonia entre os colaboradores e o gestor, já que conhecendo o perfil de cada um é possível delegar tarefas com mais chances de não haver erros. Para que a tarefa seja cumprida dentro do prazo e como esperado, o ideal é que ela esteja nas mãos de quem detém as qualidades certas para realizá-la.

Muitos gestores exigem resultados sem a devida percepção para as particularidades da personalidade de cada colaborador. Por vezes alguém pode estar com dificuldades para fazer o que precisa e não sabe como demonstrar isso a seus superiores, por medo de retaliações.

Ser objetivo e claro

Uma boa maneira de evitar contratempos na hora de delegar tarefas é deixar tudo claro em termos de metas e prazos. Se houver qualquer possibilidade de dúvida, abrir espaço para o diálogo é sempre bem-vindo. Muitos problemas ao final do processo poderão ser evitados com antecedência dessa maneira.

Instruções exatas não significam inibir qualquer forma de criatividade do colaborador. Apenas certifique-se de que os prazos são coerentes e as possibilidades de execução das tarefas estão de acordo com aquilo que o profissional tem em mente.

Acompanhar os processos

Não basta apenas delegar, é preciso estar atento aos procedimentos que estão sendo adotados pelo colaborador para realizar a tarefa. Se o caminho que está sendo seguido poderia ser aperfeiçoado, não se deve deixar passar o momento para só no final fazer as críticas necessárias.

Uma boa dica está na utilização de softwares de gestão que ajudam a acompanhar o passo a passo das vendas e permitem correções e acréscimos vistos por todos os cadastrados da equipe. Essa sistematização das atividades organiza o ambiente de trabalho, além de ser uma forma mais colaborativa de visualizar as ações internas.

Delegar, não ordenar

Acompanhando as dicas fica claro que delegar tarefas não significa apenas dar ordens ao colaborador. É preciso atuar junto com ele para garantir que tudo seja feito da melhor forma possível. Assim, evita-se o autoritarismo, que gera desconforto nas relações entre as pessoas.

Além de um clima mais agradável de trabalho, o colaborador irá se sentir mais seguro para a realização da atividade se souber que há suporte de seu gestor para qualquer dúvida ou necessidade de auxílio. No entanto, fica a observação de que essa forma solidária de agir garante melhores processos internos, mas não exime o gestor de sua responsabilidade como peça-chave do negócio.

Gostou do tema do nosso post de hoje? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais e ajude a espalhar essas ideias!