Nos cinco primeiros meses do ano, as operações de financiamentos de veículos totalizaram R$ 88 bilhões, um salto de 23% em comparação com o mesmo período do ano passado. Estão contempladas as modalidades de Crédito Direto ao Consumidor (CDC), Leasing e Consórcio. O levantamento é realizado pela Cetip, operadora do Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos (carros, motos e caminhões) dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. O SNG impede que o processo de financiamento de veículos seja suscetível a fraudes sistêmicas.

Em maio, as vendas de veículos financiados atingiram 568.658 unidades, volume estável em comparação com o mesmo período do ano passado. Na categoria autos leves, houve uma alta de 13% nas vendas financiadas, alcançando 194.777 unidades. Em comparação com abril, o crescimento foi de 4%. No mês passado foram financiadas 101.313 motos novas, registrando uma ligeira queda de 1% em comparação a abril.

Apesar do aumento nas operações de crédito por parte dos consumidores, com as empresas o quadro é um pouco diferente. Depois de ter apresentando dois meses consecutivos de expansão, a procura das empresas por crédito recuou 4,2% em maio/13, conforme apurou o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Na comparação com maio de 2012, a demanda das empresas por crédito reduziu-se em 9,0% e, no acumulado dos primeiros cinco meses de 2013, a procura das empresas por crédito caiu 5,8% frente ao mesmo período do ano passado.