A presidente Dilma Rousseff anunciou o empresário e vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, como ministro da nova Secretaria da Micro e Pequena Empresa. A posse aconteceu nesta quinta-feira (9). A nomeação, segundo nota divulgada pelo Palácio do Planalto, se deve ao papel relevante desempenhado por Afif Domingos nos últimos anos no estímulo e valorização das micro e pequenas empresas. O vice-governador atuou diretamente na articulação do Simples para a categoria, além de participar da criação da lei do microempreendedor individual.

Para Sérgio Approbato Machado Júnior, presidente Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e de Assessoramento no Estado de São Paulo (Sescon-SP), a nova secretaria com status de ministério vem em momento oportuno. “Representa um ganho para a sociedade e para a economia. Guilherme Afif Domingos é um representante legítimo dos micro e pequenos empresários, pois entende profundamente as necessidades deste grupo e poderá, a partir de agora, contribuir ainda mais para o desenvolvimento das organizações, desburocratização e segurança jurídica para os pequenos negócios”.

A presidente Dilma admitiu a falta de tradição no Brasil em preservar os micro e pequenos empresários e disse que está disposta a mudar este cenário. A primeira medida após o anúncio da nova secretaria foi a redução da taxa de juros para microempreendedores, de 8% para 5% ao ano. A mudança passa a vigorar no final de maio, segundo a presidente da República. Em todo o país, são 4,4 milhões de pequenos negócios, responsáveis por cerca de 11 milhões de postos de trabalho.

Conforme divulgado na Agência Brasil, Afif disse que sua pasta buscará desburocratizar e aumentar a produtividade do setor e vai atuar com inteligência para fazer a integração entre as demais pastas e articular avanços no Executivo e no Legislativo.