bilhões de NF-e autorizadas no ano

Mais de 5 bilhões de NF-e autorizadas no ano

A popularização da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é uma realidade no país. Apenas neste ano de 2012, foram autorizadas 5,685 bilhões de NF-e, conforme dados do Projeto NF-e, do governo federal, divulgados nesta quinta-feira (8). O número de emissores é de 903,528 mil, considerando apenas os apenas os contribuintes que efetivamente emitiram NF-e nos últimos 30 dias.

Os números evidenciam o sucesso da implantação de modelo nacional de documento fiscal eletrônico que substitui a sistemática de emissão do documento fiscal em papel.

As vantagens são muitas.

Para o setor governamental, o processo baseado na NF-e otimiza o controle fiscal, possibilitando um melhor intercâmbio e compartilhamento de informações entre os fiscos federal e estaduais. Para os emissores das NF-e, de imediato, ocorre a redução de custos de envio do documento fiscal e de armazenagem de documentos fiscais.

O consumidor também sai ganhando, pois com o menor consumo de papel, há benefício direto ao meio ambiente em que vivemos.

O sistema de gestão Revenda Mais (www.revendamais.com.br) permite a emissão da NF-e em apenas cinco cliques. Assim, é emitida a nota fiscal, com  geração da Danfe. Para aumentar a segurança e confiabilidade, sistema armazena o arquivo .XML da nota. A verdadeira nota fiscal eletrônica é justamente o arquivo .XML que retorna da Receita Estadual. Esse arquivo deve ser mantido em poder da empresa emissora da NF-e.