A probabilidade de as curitibanas se envolverem em acidentes de trânsito é consideravelmente menor que a dos motoristas homens e a maioria das colisões de veículos na capital paranaense acontece nas quartas-feiras. Essas são algumas das conclusões do levantamento do Grupo BB E MAPFRE sobre o comportamento dos segurados da cidade de Curitiba (PR) no 1º quadrimestre de 2013.

No período, foram 1.540 colisões registradas e atendidas pelo P.A.R.E. (Posto de Atendimento Rápido Especializado), espaço destinado para atender aos clientes de seguro automóvel do Grupo. O dado também revela que a quarta-feira concentra o maio número de colisão do ano, registrando 385 casos, 20% do total.

Em segundo lugar estão as sextas-feiras com 313 acidentes envolvendo os segurados da companhia. O relatório também aponta 217 casos nos domingos, 193 nas segundas e quintas-feiras e 167 nos sábados. As terças-feiras foram os dias que registraram menos acidentes, sendo 72 colisões.

Já o período mais perigoso, de acordo com os dados, é o horário comercial, que concentra 62% das ocorrências. Foram 1.035 batidas nos últimos quatro meses.

Os dados dos atendimentos também revelam o perfil mais cauteloso das motoristas nas ruas. As mulheres se envolveram em 361 colisões, enquanto que os homens participaram de 1.179 casos.

O levantamento foi elaborado com base nos atendimentos realizados pelo P.A.R.E. (Posto de Atendimento Rápido Especializado) Curitiba. Desde o início da sua atuação no munícipio, em 2005, a unidade do Grupo BB e MAPFRE já realizou mais de 39 mil atendimentos, mais de 2.700 ao ano. Além da capital, o espaço atende os segurados de mais de 10 cidades da região.