O sedan médio Renault Fluence tem agora uma versão esportiva (Fluence GT), equipada com motor 2.0 16V turbo com 180 cv de potência. É o primeiro carro da marca  com a assinatura da Renault Sport. A Renault destaca-se na produção de modelos competitivos nas pistas de corrida e nas ruas. Neste domingo (25), a fabricante francesa comemorou a vitória do alemão – e o mais jovem tricampeão mundial da Fórmula Um – Sebastian Vettel, da RBR, com motorização da marca.

O modelo está na quarta posição em vendas nesta primeira quinzena de novembro, com 477 unidades emplacadas no período, de acordo com a mais recente pesquisa da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Disposta a conquistar motoristas que apreciam carros esportivos de série, a Renault projetou o Fluence GT de forma que o modelo pode atingir 220 km/h de velocidade final, graças à propulsão turboalimentada. O sedan leva apenas 8 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h.

No quesito segurança, a versão GT do Renault Fluence possui controles de estabilidade (ESP) e de tração (ASR). Os freios são a disco nas quatro rodas com sistemas antitravamento (ABS), auxílio de frenagem de urgência (AFU) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD). O Fluence GT vem com seis airbags de série: dois frontais, dois laterais e duplos do tipo “cortina”.

O visual esportivo está na dianteira, com spoiler integrado ao para-choque, logo abaixo da entrada de ar frontal, assim como os faróis de neblina, circundados por moldura cromada, e os faróis de Xenon. Na traseira, há um aerofólio incorporado à tampa do porta-malas. O escapamento é cromado e envolvido pelo extrator de ar na cor preta. A inscrição “GT Renault Sport” fica logo abaixo da lanterna do lado direito.  Sem dúvida, um belo carro que vai conquistar muitos adeptos de modelos esportivos que não abrem mão da originalidade.