O crédito ao consumidor reagirá no primeiro semestre de 2013. É o que aponta o indicador de perspectiva da Serasa Experian nesta segunda-feira (4).  De acordo com os especialistas da instituição, o crédito às empresas acompanhará retomada da economia. O índice subiu 1,4% em dezembro/12, atingindo o patamar de 100,3 pontos. Pela sequência de altas mensais sucessivas e recentes do indicador e a convergência para próximo do nível 100, as concessões de crédito ao consumidor entrarão em rota de recuperação já durante o primeiro semestre de 2013.

Pela metodologia do Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito ao Consumidor, é possível e antever os movimentos cíclicos da concessão de crédito com seis meses de antecedência. A redução dos níveis de inadimplência do consumidor, já começa a ser percebida em algumas linhas de crédito, como as de veículos. Também contribuíram para essa tendência mais favorável à concessão de crédito ao consumidor, o patamar baixo da taxa de desemprego, ganhos salariais acima da inflação na maioria das categorias profissionais e à tendência de estabilidade da taxa básica de juros (taxa Selic), informa a Serasa Experian.

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Brasil criou 1.301.842 postos de trabalho com carteira assinada em 2012. Os dados apontam um crescimento de 3,43% em relação ao estoque de empregos de dezembro de 2011. Este aumento originou-se do saldo de 21.619.521 admissões contra 20.317.679 desligamentos.