Como precificar corretamente na revenda de veículos

Como precificar corretamente na revenda de veículos

Você sabe como precificar corretamente na revenda de veículos?

Quem trabalha com revenda de veículos sabe muito bem que existem muitos quesitos a serem levados em conta na hora de precificar um veículo, principalmente ao se tratar de um veículo seminovo ou usado.

Por isso, confira aqui tudo o que é preciso levar em conta na hora de precificar um veículo na revenda, como o preço de compra, as despesas fixas, as despesas variáveis e, é claro, o lucro mínimo, tudo isso para precificar corretamente os veículos a fim de vender bem e tornar o seu negócio viável!

Por que é tão importante acertar na precificação na revenda de veículos?

São vários os motivos que tornam a precificação correta tão importante.

Você não pode simplesmente colocar o preço que quer — seja porque tal preço poderá trazer um grande lucro ou porque poderá atrair um grande número de clientes.

É preciso precificar corretamente para poder ter algum lucro em cima da revenda para manter seu negócio viável, mas também precisa ser um preço que o cliente julgue justo, para que compre e acredite que se trata de um bom negócio.

E como precificar corretamente os veículos para revenda?

A precificação pode ser feita de duas maneiras: com base nos custos que cada veículo traz para a revendedora ou com base numa análise de mercados e dos preços da sua concorrência.

E qual das duas maneiras de precificação é a mais eficaz? Nem uma, nem outra: é necessário utilizar as duas maneiras em conjunto para conseguir uma boa precificação na revenda de veículos.

Isso porque, se a loja de veículos se basear apenas nos custos que cada veículo traz para a revenda, é possível chegar a um valor muito acima do preço praticado pelo mercado.

Já se loja se basear apenas no preço de mercado e da concorrência para tentar equiparar seus preços, acabará vendendo a um preço muito baixo, de forma a não suprir os custos e gerar prejuízo para o seu negócio.

Agora vamos a um passo a passo para precificar corretamente os veículos na revenda:

  • Calcule o preço de custo do veículo, o valor da compra nesse caso;
  • Calcule os gastos variáveis do produto, como a comissão de venda para os funcionários da loja de veículos e o imposto sobre vendas;
  • Calcule os gastos fixos do produto, como a ocupação, gastos administrativos e com pessoal;
  • Estipule um lucro pretendido sobre o veículo, pode ser em valor ou em percentual;

Para finalizar essa primeira parte do cálculo e chegar ao preço de custo com lucro, some todos esses quatro cálculos. O total é o preço de custo mais o lucro.

Depois de todos esses cálculos, é hora de analisar o preço de mercado e dos concorrentes: O valor total de custo+lucro está semelhante ao preço do mercado, muito acima ou muito abaixo?

Se o preço estiver próximo do preço da concorrência, cabe à loja de veículos decidir se realmente vai ou não vender por aquele valor.

No entanto, se o preço estiver muito abaixo do mercado, a loja tem como opções vender por aquele preço para atrair mais clientes ou aumentar um pouco mais a sua margem de lucro para conseguir um retorno maior.

Agora, se o preço estiver muito acima do mercado, é preciso rever um pouco o lucro pretendido e verificar se não houve alguma precipitação nos cálculos de gastos fixos e variáveis do produto.

Quer uma dica para tornar todo esse cálculo muito mais simples e livre de erros? Conte com um software de inteligência de gestão integrada para lojas multimarcas e revendedores de carros!

E você, que métodos utiliza para precificar os veículos na sua loja de veículos?