O comércio tem motivos para comemorar no Natal de 2012. De acordo com o indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio – Natal 2012, as vendas na semana do Natal – entre 18 e 24 de dezembro – cresceram 5,1% em todo o país, em comparação com o mesmo período de 2011. Um bom sinal de recuperação da economia, pois no ano passado o crescimento das vendas na mesma semana, em relação a 2010, havia sido de 2,8%. Para os economistas da Serasa Experian, o bom crescimento das vendas na semana do Natal foi decorrente da antecipação do consumo favorecido pelo final de semana prolongado.

Para o economista e professor do MBA Gestão de Risco da Trevisan Escola de Negócios, Cláudio Gonçalves, é possível fazer algumas projeções econômicas para 2013. O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) pode crescer na faixa de 3,0%, em um cenário de inflação entre 5,0% e 5,25%.

A taxa básica de juros, de acordo com a previsão de Gonçalves, deve ficar em 7,25% no primeiro semestre. “Para o segundo semestre, o Copom deve baixar a taxa para 7,0% se a economia não tiver demostrado sinais de crescimento. Caso a economia tenha se recuperado, pode-se esperar uma Selic constante em 7,25% por todo o ano”, diz o professor.