O mais recente levantamento da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) traz um indicador que mostra uma possível recuperação do setor de usados no mercado nacional. O acumulado do ano em automóveis comercializados até o final de novembro está 2,07% superior ao mesmo período do ano passado. Nos comerciais leves, o indicador é ainda mais favorável: 7,61%.

Em números absolutos, foram negociados este ano 6.854.430 automóveis (ante 6.715.152 do mesmo período de 2011). Os automóveis também são responsáveis por 63.43% de todo o volume negociado de usados no ano, comparado a outros segmentos como comerciais leves (12,39%), caminhões (2,82%), ônibus (0,39%), motos (19,96%) e implementos rodoviários (0,53%).

O modelo de automóvel mais negociado entre os usados em novembro passado foi o Volkswagen Gol, com 87.032 unidades. O segundo colocado (Fiat Palio) fica bem mais distante, com 49.231 unidades negociadas. Nos comerciais leves, o modelo mais negociado nos usados foi a picape Fiat Strada, com 14.751 unidades.

No Paraná, de acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgadas pelo governo do estado, as vendas no comércio varejista cresceram 15,8% em outubro, contra 14,5% na média nacional, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Os ramos que impulsionaram o varejo local foram veículos, motocicletas, partes e peças (28,9%) e de combustíveis e lubrificantes (20,0%).